18 Nov

2021

18 Nov 2021

A Visão do futuro das Smart Cities

A Visão do futuro das Smart Cities reproduzido no presente

Atualmente cerca de 55% da população mundial reside nas cidades e estima-se que em 2050 atinja os 68%.
Sendo que, 51% da energia consumida é utilizada em eletricidade e transportes, é necessário criar infraestruturas sustentáveis que assegurem qualidade de vida e aumento do valor económico.
Estes pilares são fundamentais para preservar as cidades do futuro, quer do ponto de vista organizacional, quer a nível de melhoria da qualidade de vida e segurança.

Ao longo das últimas 2 décadas a mudança para tecnologia LED permitiu uma diminuição de consumos de cerca de 80% comparativamente com a tecnologia convencional.

No entanto, com o aumento de população nos grandes centros urbanos, o recurso à iluminação aumenta também, promovendo aumentos significativos de consumo, ao qual, deveremos combater com outras medidas sem colocar em causa a necessidade prioritária que é a iluminação. A integração de sensores e sistemas de controlo na iluminação, permite uma diminuição, ainda mais controlada e direcionada dos consumos, sem colocar em causa a segurança o bem-estar das populações.
Com o aumento de população em centros urbanos, é também necessário criar condições estruturais de mobilidade sustentável, que permita assegurar os transportes mas que ao mesmo tempo reduza a emissões de CO2. O recurso, quase que obrigatório, a alternativas de mobilidade sustentável, exige uma reestruturação da organização das cidades neste sentido. O recurso a veículos elétricos, individuais ou coletivos é cada vez mais recorrente e urgente de se globalizar nas metrópoles.

É neste sentido que a Lightenjin e Lightmobie atuam no âmbito das cidades sustentáveis, trabalhamos todos os dias para um futuro mais sustentável onde as gerações futuras possam habitar em harmonia.